quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Seja um idiota!!!

SEJA UM IDIOTA....A idiotice é vital para a felicidade.







Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre.


Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado?


Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.

No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota!

Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.

Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.

Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice.

Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.

Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?






hahahahahahahahaha!...




Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana?



Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?


É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?



Desaprenderam a brincar.



Eu não quero alguém assim comigo.



Você quer?




Espero que não.

Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.


Dura, densa, e bem ruim.



Brincar é legal.




Entendeu?





Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.





Pule corda!





Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.


Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.



Teste a teoria.



Uma semaninha, para começar.





Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:passageiras.





Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...


Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!





Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?





A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!





Arnaldo Jabor



9 comentários:

Janini Pinheiro disse...

Oiii.
Tem um presentinho bem especial pra você lá no meu blog, passe por lá pra pegar quando vc puder!!!
Bjus
Janini

Daniel Savio disse...

E assim mesmo, sómos sérios demais e por isso terminamos tudo que não dá certo, pois somos sérios demais para perder tempo a toa...

Fique com Deus, menina Déia (e aproveite bem o caranval).
Um abraço.

Fernanda disse...

Adorei a dica de hoje e sempre.....é isso msm........como eu sou uma idiota..hahahahaha bjão

Cris Animal disse...

Essa crônica do Jabor é demais...Aliás, o que esse cara escreve que é ruim?....rs
Bela escolha, Déia!

A velhice e a chatura está na alma e não tem idade.
Saúde é alegria, ainda que doda o corpo. Estranhamente minha ma~e passou por um câncer devastador. Foram dos dois anos de maior alegria em nossas vidas. Um dia ainda escrevo um post sobre isso.
Ela está curada hjá mais de quatro anos e foi ai que eu entendi que só há uma forma de cura para a alma e o corpo: alegria.

Como filme....contagia.....rs

Adorei o texto que vc escolheu.
Super beijo
...............Cris Animal

Déia Tariga disse...

Cris...fico feliz pela cura da sua mãe, já conheci pessoas com o mesmo problema e se mostraram desta mesma forma que sua mãe com alegria e otimismo acho isto a coisa mais linda, significante que tem no mundo em meios de terror e horror a pessoas se mostrarem desta forma, corajosas, eu infelizmente não tive o mesmo sucesso que você, fazem seis meses que perdi minha vó e ela também soube do nada que estava com esta doença, os dias que ela passou no hospital, só transmitiu alegria eu mesmo adorava ficar com ela, lembro dela dizendo que não gostava de beterraba, nunca tinha comido, por nunca ter esperimentado e achar que não iria gostar, teve que comer o médico disse que era benefico, começou a comer e adorou disse que se soubesse tinha comido a muito tempo e cada comida diferente e "estranha" no hospital ela dizia...- Vou comer, se eu pra mim ficar boa e ir pra casa, como tudo! Eu amo minha vó, vou ama-lá sempre e jamais a esquecerei, só queria que ela tivesse o mesmo final feliz! Mas nós soubemos que nossas vidas está nas mãos de DEUS e ele sabe o que faz!


Bjão p/ vc e p/ sua mãe que Deus derrame sempre, ricas benções em cima de todos nós!!!

Bjão, adorei seu comentário!

João Vitor disse...

antes idiota que infeliz

Cris Animal disse...

Oi Linda´....olha eu aqui de novo.....rs
Temos tantas histórias, né?
recentemente postei algo sobre meu avô...os últimos dias de vida dele. Dá uma lida. Acho que é o que vc viveu com sua avó.
Essas histórias de força e garra, de alegria e combater o mal com o bem, a dor com a superação são edificantes. Não importa o final. Um dia, todos iremos fazser a última viagem. O mais importante é como passamos por isso.
Acho que fomos testemunhas de lindas histórias.....que bom !
A vida sempre valerá à pena. Na forma que for. Aqui, ou lá.....rs
beijos e beijos
............Cris Animal

Janini Pinheiro disse...

Oiii!!
Amo esse texto... ele é ótimo!!!
Lembra que até colocava essa frase como assinatura nos meus e-mails?
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!"... E é a mais pura verdade, viva o hoje pq amanhã pode ser tarde demais!!!
Arnaldo Jabor é o cara, sabe tudo, consegue transmitir em palavras tudo que não conseguimos dizer ou fazer!!!
***********************************
Bjus
Janini

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Bonito post.
.
.....oooO.............
....(....)....Oooo....
.....)../. ...(....)..
.....(_/.......)../...
.............. (_/....
... PASSEI POR .......
.......... AQUI ......
......................